May 2014

Nuvem - Você já está nela !


Cloud Computing Concept


Hoje em dia já sabemos que a Nuvem (Cloud Computing) veio para ficar. Mesmo sem perceber já somos usuários assíduos.

Ao utilizar o navegador GPS Waze, ao utilizar serviços de e-mail de terceiros (como Terra, Google, Microsoft, etc), ao sincronizar contatos e agenda através do iOS ou Android, ao atualizarmos o nosso perfil no Facebook, ou mesmo ao salvarmos nossos dados no DropBox já estamos consumindo tecnologia no modelo de negócio na Nuvem.

Todas estas soluções utilizam uma plataforma tecnológica compartilhada escalável e dinâmica, modelos de negócio simplificados, com a adesão ou cancelamento ao alcance de poucos clicks do mouse, e cobrados de maneira fácil de entender, normalmente associado ao consumo de recursos (alguns destes ainda são grátis !).

O preço e a agilidade de uma solução na Nuvem é imbatível. Mesmo para clientes que formam a sua própria Nuvem (sim, isto é possível !) é tarefa ingrata convencer os acionistas que uma solução própria vai empatar em custo com uma solução total ou parcialmente compartilhada.

Uma empresa grande compra, talvez, 300-400 servidores de médio-grande porte por ano, mas este número sobe para a casa dos milhares em uma empresa que oferece serviços na Nuvem, conseguindo esta última negociar preços muito melhores com os fabricantes de tecnologia (algumas até fabricam seus próprios servidores, é o caso de Facebook, Amazon e Google).

Sem falar é claro nos custos menores com mão-de-obra, um tempo menor para adicionar conhecimento à equipe, e o aumento da eficiência, resultado da equilibrada relação entre ferramentas, informações, e foco em tecnologia da informação.

Normalmente o único porém que se levanta se refere ao mito da “falta de segurança”.

Datacenter


Protegidos por fortes investimentos em segurança física e lógica, redundância de equipamentos, planos de recuperação a desastres, e testes de penetração rotineiras com Hackers éticos, os Datacenters destes provedores ainda obedecem a uma série de normas, certificações, e auditorias impostas pelo mercado, como ISO, PCI, SSAE, FISMA, e por aí vai.

Os links de comunicação são monitorados durante todo o dia, e toda comunicação é protegida por fortes algoritmos de encriptação.

Por último, mas não menos importante, existem equipes internas de segurança da informação, recurso praticamente inexistente em 99 de 100 empresas no mundo, que ditam e auditam todo o acesso a informação, seja a partir de usuários internos ou externos.

Acredite...realmente os Datacenter não se parecem nem um pouco com o depósito da foto acima !

Entre em contato para bater um papo com o time dedicado de segurança da SERVICENOW.

Comments

Motor ou Design - Fique com os 2 !

Hoje em dia prover “apenas” uma boa ferramenta de trabalho não é mais o suficiente.

O que atualmente as empresas procuram são plataformas muito bem estruturadas que possam prover uma série de recursos e funcionalidades a seus clientes, sem abrir mão de um design familiar que favoreça a consumerização dos serviços oferecidos.


Portal 1

O portal acima, feito no aplicativo de Gestão de Conteúdo da plataforma SERVICENOW, exemplifica muito bem o que hoje está se buscando.

Por fora uma interface familiar aos usuários, conservando a identidade visual da empresa, e ao mesmo tempo favorecendo a consumerização dos serviços, o auto-atendimento, e a troca de informações entre as pessoas.

Por dentro, funcionando nos bastidores, podemos identificar uma série aplicativos que subsidiam a correta experiência aos usuários, como: Base de Conhecimento, Solicitação de Serviços, Gestão de Incidentes, Social IT, Pesquisas de Satisfação, e principalmente o Catálogo de Serviços.

Todos estes aplicativos compartilham a mesma plataforma comum, provendo um local único para repositório de todos os dados gerados, a automação de atividades repetitivas, e a execução dos necessários fluxos de aprovações.

Abaixo, apenas “for fun”, mais alguns exemplos de portais feitos na plataforma SERVICENOW, revelando um pouco mais da criatividade dos nossos clientes.

Portal Nike


Portal Gymboree


E este aqui é o meu preferido...simples, elegante e fácil de entender...

Portal Google


Chegou a vez de trabalharmos no portal de serviços da sua empresa.

Até a próxima semana.

Comments

StartNow - Implementação sem Dor de Cabeça

Como corretamente personalizar a plataforma para as necessidades que a minha empresa precisa ?

Como priorizar as funcionalidades que mais tenho urgência ?

Como entregar a personalização dentro do prazo, escopo, e custo planejados inicialmente?

Estas são dúvidas comuns no começo de qualquer execução de serviços, e, para os projetos de implementação da plataforma SERVICENOW, a resposta para todas as perguntas acima é bem simples - StartNow.

A grosso modo, StartNow é a adaptação da metodologia de desenvolvimento Scrum para a rápida implementação da plataforma SERVICENOW.

Vislumbra o projeto sendo executado em 5 etapas: Plan, Discover, Prepare, Deploy, e Operate.

O grande pulo do gato aqui é que estas fases não são executadas da maneira tradicional, chamada Waterfall, em uma única rodada sequencial, como mostrada na figura abaixo:

Waterfal

Na prática o que acontece é que após as fases de planejamento dos serviços e descoberta das necessidades de personalização da plataforma, as demais fases são reagrupadas em Sprints de uma semana cada, e executadas continuamente, até o final do projeto. Este é o modo Agile de executar, e segue exemplificado na figura abaixo:

Agile

No final de cada Sprint o cliente já tem um pedaço da personalização pronta para ser testada e colocada em produção.

Mas o quê executamos em cada Sprint ?

Na fase de Discover são realizados workshops cujo resultado final é o mapeamento de todas as atividades que precisam ser executadas para que o projeto seja entregue conforme esperado.

Pois bem, estas atividades são reunidas em pedacinhos de execução de serviços chamadas Stories.

As mesmas são priorizadas, e entregues através dos Sprints.

Sprint Backlog

Na figura acima vemos todas as Stories, coletadas na fase de Discover, reunidas no Backlog do produto final a ser entregue.

Algumas destas Stories são repassadas para os Sprints que serão executados na sequência.

Sprint Stories

Este ciclo se repete até que todas as Stories do Product Backlog sejam entregues ao cliente.

Novas necessidades são analisadas, e se necessário, formam novas Stories, que poderão fazer parte de Sprints futuros.

Depois que todas as Stories são mapeadas, e reunidas em Sprints, o trabalho flui muito rapidamente, apenas requerendo alguns poucos minutos diários para a realização de reuniões de alinhamento, garantindo que o rumo está certo:

Meetings

Como as atividades são reunidas em Stories, muito bem definidas e controladas, podemos ter equipes de desenvolvimento espalhadas por todo o mundo atuando no mesmo projeto.

Mas atenção ! Em virtude da necessidade de interação entre os desenvolvedores, o ideal é que o número de participantes em cada Sprint não ultrapasse uma equipe de 6 pessoas.

Menos eh Mais

Entre em contato para conversarmos mais sobre metodologia de implementação dos nossos projetos.


Comments

Inove ou vire estatística !

IMG_8455

No evento Knowledge14 realizado recentemente em São Francisco/EUA, o sócio fundador da SERVICENOW, Sr. Fred Luddy (em destaque na foto acima), reforçou muito bem que o investimento em Inovação (ou a falta dela) para muitas empresas é um fator determinante entre ficar ou sair do mercado.

Mas afinal o quê a plataforma SERVICENOW tem a ver com inovação ?

Na medida que a tecnologia se aproxima cada vez mais do propósito de existência das empresas conseguimos reunir uma quantidade maior de informações sobre o nosso próprio negócio, permitindo tomadas de decisões mais rápidas, melhores, e seguras.

Além disso, com a tecnologia podemos automatizar tarefas manuais, nos permitindo errar menos e, como efeito colateral (e o mais legal !), acertar mais.

Pois bem, tomando decisões melhores no tempo certo e errando menos geramos eficiência, gerando eficiência reduzimos custos, reduzindo custos podemos, além de distribuir dividendos aos acionistas e investir em mais e melhores benefícios aos colaboradores, voltar a reinvestir no nosso próprio negócio e principalmente em mais tecnologia, criando um ciclo positivo de crescimento.

A plataforma SERVICENOW permite consolidar todos os aplicativos e sistemas da empresa em um único local, funcionando como a base para a geração de eficiência buscada.

Mas podemos inovar em qualquer atividade ?

Acompanhei de perto um dos cases de sucesso da plataforma SERVICENOW sendo aplicada, por exemplo, na indústria alimentícia - Gerenciamento da Produção de Suínos.

Imagine que através de um melhor controle da produção dos suínos conseguimos gerar animais maiores e mais saudáveis, podendo ser exportados para localidades mais exigentes, e, portanto, se tornando mais economicamente rentáveis.

Portanto imagine controlando cada suíno que nasce, quando ele se alimentou, o quê ele comeu, que vacinas ele tomou, e a evolução do peso versus a idade.

Agora imagine fazendo isso não para um suíno, mas para dezenas, centenas, e até milhares de animais ao mesmo tempo.

Imagine controlando as pessoas que controlam os suínos.

Quando elas chegam para trabalhar, se as atividades foram realizadas, quando elas foram realizadas, e se foram bem realizadas.

Se imagine controlando os materiais de segurança, os treinamentos ministrados às pessoas, e o estoque da ração e vacinas para os animais.

Imagine alertas sendo gerados quando algum estoque estiver baixo, quando alguém não realizar uma tarefa pré-determinada, ou mesmo quando algum animal não atingir a média de peso esperada à idade.

Seremos mais eficientes com ou sem a utilização da tecnologia ?

Entre em contato para te auxiliarmos a inovar.





Comments